Estrutura Orgânica


A Estrutura Orgânica da Secretaria-Geral da Economia (SGE) define a forma pela qual as competências, atribuições e atividades desenvolvidas são divididas, organizadas e coordenadas, de acordo com a missão, estratégias e objetivos estabelecidos.

A organização interna da SGE obedece a um modelo estrutural misto. Enquadra-se num modelo de estrutura hierarquizada nas áreas de atividade relativas a recursos humanos, financeiros, apoio jurídico e contencioso, aprovisionamento integrado e logística, organização e qualidade, inspeção, auditoria e controlo interno, sistemas e tecnologias de informação, documentação, comunicação e arquivo, e relações públicas, no entanto, no que se refere às áreas de gestão dos protocolos de prestação centralizada de serviços, bem como nas áreas de relações públicas e inovação, simplificação e desmaterialização, corresponde a um modelo de estrutura matricial.

A SGE é dirigida por uma Secretária-Geral e um Secretário-Geral Adjunto, que coordenam o trabalho desenvolvido em sete unidades orgânicas nucleares, sete unidades orgânicas flexíveis e uma equipa multidisciplinar.

 

 

Secretária-Geral
Dra. Maria Ermelinda Carrachás

Secretário-Geral Adjunto
Eng.º  João Rolo

 
 


Diplomas Legais:

  • Portaria nº 287/2015, de 16 de setembro - Aprova a estrutura nuclear e estabelece o número máximo de unidades flexíveis e matriciais do serviço e as competências da respetivas unidades orgânicas nucleares da SGME.


  • Recrutamento
  • Denúncias / Queixas
  • Reserva de espaços
  • Portugal 2020
  • Indústria 4.0
  • Web Summit
66