Secretaria Geral

Tecnologia e digitalização ajudam a contrariar baixa densidade populacional

Tecnologia e digitalização ajudam a contrariar baixa densidade populacional

A Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, afirmou que a tecnologia e a digitalização «são instrumentos fundamentais para contrariar a baixa densidade populacional no interior do País».

Em Lisboa, na cimeira Portugal Smart Cities Summit 2020, a Ministra acrescentou que estes dois instrumentos também ajudam a «solucionar problemas tão prementes como a carência de habitação, a melhoria da mobilidade e o limite de recursos disponíveis (como a água, energia e espaço) nos grandes centros urbanos».

Alexandra Leitão destacou que a deslocalização dos serviços públicos para o interior, seja através da portabilidade dos postos de trabalho, do teletrabalho ou funções de coworking partilhadas ente a administração central e local é uma das soluções que vão ao encontro deste objetivo.

Descarbonização do setor público

A Ministra reiterou o compromisso do Governo em avançar com a descarbonização do setor público, com o objetivo de atingir uma redução de 30% dos consumos de energia nos serviços e organismos até 2023.

A Plataforma de Interoperabilidade da Administração Pública, lançada em junho com 123 entidades públicas e privadas, permite a troca de informações entre serviços no âmbito, por exemplo, do ciclo de vida do cartão de cidadão, a atribuição automática de bolsas do ensino superior ou o envio de prescrições médicas para o telemóvel.

O novo portal permitiu, por exemplo, que a tarifa social de energia fosse atribuída de forma automática a mais de 800 mil famílias economicamente vulneráveis, recorrendo ao cruzamento dos dados já existentes na posse da administração pública, salientou a ministra.

«Isto depois é convertível em números, que são muito expressivos. Seis mil milhões de euros em poupança para o Estado e 400 milhões de horas em poupança de tempo para os cidadãos desde 2007. Em termos de sustentabilidade, neutralizamos 462 toneladas de carbono, ou seja, 30 mil árvores nos últimos 13 anos foram poupadas em papel», destacou Alexandra Leitão.

A Ministra realçou a importância de construir uma Administração Pública cada vez mais inteligente e referiu ser «necessário reforçar o caminho que tem vindo a ser trilhado em conjunto por todos, para cidades que há muito apostam na mobilidade inteligente com projetos inovadores dos ciclos urbanos e que estão à frente na linha da descarbonização e da transição energética».

in Portal do Governo

2020-09-22

 

  • Recrutamento
  • Denúncias / Queixas
  • Reserva de espaços
  • Não Paramos. Estamos ON
  • COVID-19
  • Portugal 2020
  • Indústria 4.0