Secretaria Geral

I dieci libri dell'architettura, de Marco Vitruvio Pollione

Apresenta-se o livro mais antigo do acervo da Biblioteca da Economia pertencente à Coleção de Livro Antigo. Trata-se da tradução do I dieci libri dell'architettura, de Marco Vitruvio Pollione, Tratado de Arquitetura, encadernado a pergaminho e proveniente da Casa do Risco das Reais Obras Públicas de Lisboa.
A tradução italiana desta obra de Vitruvio coube a Daniele Barbaro (1513-1570) e foi publicada pela primeira vez em Veneza no ano de 1556 por Francesco Marcolini, in folio. O objetivo era de a tornar acessível aos arquitetos e apresentar uma qualidade superior ao das três traduções italianas anteriores de Vitrúvio publicadas até então. Barbaro pôde valer-se da colaboração de Andrea Palladio (1508-1580) nesta obra, não só para os desenhos das tabelas, mas também para o comentário ao texto vitruviano.

Quanto aos conteúdos abordados, no Livro I Vitruvio definiu a natureza da arquitetura, assim como a personalidade e formação ideal do arquiteto. Trata do planeamento da cidade. O Livro II abrange a natureza e características dos materiais e métodos de construção. Nos Livros III e IV é abordada a arquitetura religiosa, assim como as ordens clássicas.
O Livro V é dedicado a outras formas de arquitetura pública, com destaque para o teatro. O Livro VI trata da arquitetura doméstica, como as casas e palácios. O Livro VII expõe os detalhes construtivos como tipos de piso, estuque, pintura e cores. O Livro VIII dedica-se às fontes e transporte de água, através de condutas ou aquedutos. O Livro IX refere a astronomia assim como as diversas formas de relógios e mostradores de tempo. Por último, o Livro X dedica-se à mecânica, com especial referência para os motores de água, máquinas de artilharia e mecanismos de engenharia militar.

Marco Vitruvio Pollione (80 a.C.– 15 a.C) é considerado o mais famoso teórico da arquitetura de todos os tempos. O I dieci libri dell'architettura tornou-se a base teórica da arquitetura ocidental. Obra dedicada a César Augusto, provavelmente foi escrita durante o período em que o imperador havia lançado um ambicioso projeto de renovação de edifícios em todo o território romano. Não é por acaso que, no início de cada um dos dez livros, Vitruvio se dirige diretamente aos príncipes do Império Romano.
No início da sua carreira, Vitruvio ocupou um cargo no exército de Júlio César e enquanto prestou serviço militar foi responsável pela manutenção de máquinas de cerco e artilharia. Posteriormente serviu nas tropas do sobrinho neto de César, Otávio, que mais tarde se tornaria o imperador Otávio Augusto.

Imagem 1-outubro 2020
 
Imagem 2-outubro 2020
 
Imagem 3-outubro 2020

 

 
Imagem 4-outubro 2020
 
Imagem 5-outubro 2020
 


Legenda

Vitruvio, Marco fl. séc. 1 a.C.
I dieci libri dell'architettura ; di M Vitruvio ; tradutti et commentati da Monsignor Barbaro elletto patriarca d'Aquileggia. - Vinegia : per Francesco Marcolini, 1556. - 286 p. : il., 3 est. fig. ; 41 cm


Biblioteca e Arquivo Histórico da Economia

Secretaria-Geral da Economia


 

  • Recrutamento
  • Reserva de espaços
  • Canal Denúncias
  • Eventos SGE
  • Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental
  • Portugal 2020