Secretaria Geral

«Crescer com investimento acompanhado de redução do endividamento das empresas é inédito»

«Crescer com investimento acompanhado de redução do endividamento das empresas é inédito»

O Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, afirmou que o facto de Portugal ter conseguido «crescer com investimento acompanhado de redução do endividamento das empresas é inédito» na história de Portugal e «deve ser assinalado».

Na Assembleia da República, no debate na especialidade do Orçamento do Estado na Comissão de Orçamento e Finanças, Pedro Siza Vieira salientou que este feito «é particularmente difícil porque significa que o esforço de financiamento do investimento se fez sobretudo à custa da poupança das empresas e à custa da poupança dos portugueses».

O Ministro referiu que o Governo vai «continuar a trabalhar de forma mais estrutural sobre os fatores de crescimento da produtividade, essencialmente no apoio ao investimento empresarial, com medidas de suporte ao autofinanciamento e acesso ao financiamento para o investimento, no apoio à inovação nas empresas, à internacionalização das empresas e à sua inserção nos mercados externos».

Pedro Siza Vieira sublinhou ainda a objetivo de manter «um esforço continuado de renovação das qualificações, quer da população mais jovem quer da população ativa, com um foco muito importante na atração e retenção de talento, o que também passa por uma valorização dos rendimentos do trabalho».

«Não podemos deixar de apoiar o nosso tecido empresarial na resposta aos desafios estratégicos que o País enfrenta: digitalização, que exige esforço de investimento, as alterações climáticas, que constrangem as empresas a encontrar mudanças nos seus processos e modelos de negócio, que apoiem a descarbonização a transição energética e a economia circular e, obviamente, com um impacto muito grande no crescimento do produto potencial, as questões demográficas», acrescentou.

in Portal do Governo

2020-01-16

 

  • Recrutamento
  • Denúncias / Queixas
  • Reserva de espaços
  • Portugal 2020
  • Indústria 4.0
  • Web Summit
66